Utilizando ferramentas quase gratuitas para profissionalizar sua imagem online

  • Publicado em 24 de janeiro de 2020
  • Tempo de leitura: 10 minutos
Thiago Saccól
Saudações polvo da Terra! Aqui é o Thiago falando diretamente do Estúdio Saccól, e confabularemos hoje sobre algumas ferramentas quase gratuitas para profissionalizar sua imagem online! Conforte-se na cadeira e vamos juntos…

Apesar do conteúdo ter sido desenvolvido com os profissionais autônomos em mente, que dividem um barco chamado Brasil com mais 24 milhões de pessoas, pode ser de utilidade a todos!

O que abordarei hoje não é nenhuma fórmula mágica (não acho que elas existam), nenhum passo a passo para o sucesso e muito menos uma consultoria empresarial. Em momento algum afirmarei que os assuntos aqui compartilhados farão você alavancar suas vendas ou ter um negócio digital do zero absoluto. Ainda prefiro deixar essas responsabilidades com vocês.

 
O que mostrarei hoje é uma percepção incômoda de um possível cliente (eu) sobre um possível fornecedor (você), e como resolvê-la com ações extremamente simples e de baixo custo.

 

Minha indignação


O Brasil conta, de acordo com o IBGE, com 24 milhões de trabalhadores autônomos. A opção de contratar empresas menores, como freelancers ou profissionais autônomos têm sido cada vez mais bem vista por clientes e equipes que buscam constantemente alta qualidade e baixo preço.

E aqui a indignação: não é por ser pequena empresa, ou profissional autônomo, ou freelancer ou o famoso “sobrinho” que você não pode agir e se apresentar com profissionalismo. Itens simples podem dar a seu negócio uma cara totalmente profissional.

 

  • Quem nunca pediu um orçamento e recebeu a proposta como mensagem de texto por WhatsApp?

  • Quem nunca vasculhou e-mails trocados com fornecedores em busca de informações de contato e não achou?

  • Quem nunca recebeu informações importantes de um endereço parecido com “thi_rtx@bol.com.br”, claramente criado na adolescência?


 
Em minha visão, isso é amadorismo e pode ser evitado com ações muito simples. Se você, como fornecedor, achar os itens acima normais, talvez não seja você que eu queira impactar com esse conteúdo. Se isso também te incomoda, seguimos juntos!

 

 

As soluções


A internet é uma coisa linda – em sua menor parte, eu sei. Entre outras, é possível encontrar ferramentas – muitas gratuitas – que facilitam a vida de quem quer sair do amadorismo e ter uma interação mais profissional com possíveis clientes. Listo aqui algumas dicas de usos dessas ferramentas.

 

 

1. Tenha um domínio!


Domínio é o nome que serve para localizar e identificar você, sua empresa ou seus e-mails na internet. Com ele você pode ter o “www.seunome.com.br” e endereços de e-mail “@seunome.com.br”. É a base de toda a sua identificação profissional, e ter um domínio é bem simples.

 
“Mas Saccól , não tenho ideia de como registrar um domínio, o que eu faço?”

Acalme-se, criei um material sobre isso também. Veja abaixo:



 
NÚMERO 1: tenha um domínio. Com investimento de aproximadamente R$ 40,00 / ano, o domínio é a primeira orientação que compartilho para que tenha uma comunicação mais profissional.

Investimento: R$ 40,00 / ano

 

 

2. Não tenha um e-mail adolescente!


Endereços do tipo “sk8-th@bol.com.br” ou “tcsaccol@gmail.com” não devem ser usados em sua empresa. NADA contra o/a Google, Microsoft, BOL ou seu apelido na adolescência. Já tive endereços de e-mail dos três provedores e o famoso “tsalsicha@bol.com.br”, mas pensando na área corporativa, ter um simples e-mail personalizado já muda a aparência do primeiro contato.

Você sabia que, após o registro do domínio, pode ter um e-mail “@seunome.com.br” investindo R$ 0,00? 0,00? Sim, 0,00 … grátis! Para isso apresento a vocês o Zoho!



Zoho é um provedor de hospedagem indiano que permite que seus clientes configurem até 5 caixas de entrada, com 5 Gb de disco e limite de 25Mb em anexos … de graça.

 
NÚMERO 2: faça seu atendimento e prospecte com um e-mail personalizado com o humilde investimento de R$ 0,00. É seu primeiro contato com uma abordagem mais profissional.

 

Esse é o único momento de todo esse material que talvez você precise de um leve conhecimento técnico, pois mexerá com zonas DNS do domínio registrado na etapa anterior. O processo é simples, mas recomendo contatar um desenvolvedor para essa configuração.

Aqui você encontra meus contatos se deseja a consultoria na configuração do DNS

 
“Mas Saccól, não acho que um e-mail personalizado influencie as escolhas de meus possíveis clientes.”

Qual informação passa mais credibilidade? “contato@estudiosaccol.com.br” ou “thiagosaccol@hotmail.com”. Viu?

Sem mais desculpas, até essa linha você já possui domínio e e-mail. Já deu outra cara né?

Investimento: R$ 0,00  =)

 

 

3. E-mail profissional com assinatura de e-mail


Agora que já possui domínio e e-mails configurados … agora que você já interage com seus clientes e prospecções pelo “contato@seudominio.com.br”, podemos aperfeiçoar essa tarefa. Como? Criando uma assinatura de e-mail!



Erroneamente pensada como opcional, a assinatura em seu e-mail é importante e deve conter seus dados empresariais e seus contatos. Quais? Todos que puder colocar. Sua foto, endereço de e-mail, site, telefones, ícones de redes sociais, endereço completo etc.

 
NÚMERO 3: Evolua seu e-mail para um próximo nível com uma assinatura de e-mail. Compartilhe de maneira clara e constante que você é profissional e possui diversos meios para contato.

 
“Mas Saccól, não sou designer, o que eu faço?”

Obviamente recomendo a contratação de um(a) profissional de criação (até por ser eu mesmo um deles), contudo, caso queira manter a proposta de investir até agora apenas no domínio, apresento duas opções:

  1. Hubspot – para quem quer um modelo pronto:


O portal Hubspot desenvolveu um popular gerador de assinaturas de e-mails onde tudo o que você precisa fazer é preencher os campos pedidos e baixar sua peça criada automaticamente;

E me perdoem designers:

  1. Canva – para quem quer brincar um pouco com design:


O Canva é um sistema online parcialmente gratuito para criação de designs para “quase” tudo. É uma bela ferramenta que mesmo em sua versão não paga facilita consideravelmente o desenvolvimento de artes.

Compartilho abaixo um guia de como criar assinaturas de e-mails de forma eficiente.

Como fazer uma assinatura de e-mail perfeita: 10 dicas e estudos de casos

Investimento: R$ 0,00 =)

 

 

4. Esteja no Google meu Negócio


Google Meu Negócio é uma ferramenta que facilita que uma empresa seja encontrada na Rede de Pesquisa do/da Google e do Google Maps. Ficam disponíveis para o usuário informações como localização, horário de funcionamento, produtos, serviços, fotos e promoções.

Quer saber o mais legal? Você não precisa ter um site – nem domínio e nem e-mail corporativo para aparecer no Google. O mais legal ainda? É de graça baby! Você só precisa ter um … lugar.



De acordo com o/a Google:

 
“As empresas validadas têm o dobro da probabilidade de serem consideradas respeitáveis pelos utilizadores. Quando falamos de negócios locais, essa funcionalidade é ainda mais importante.”

 
NÚMERO 4: Com um simples e gratuito cadastro, e mesmo sem ter um site, com o Google Meu Negócio você está online, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Um jeito fácil e rápido de ser encontrado pelo maior serviço de buscas do mundo.

Aqui você tem acesso ao passo a passo de como criar sua conta no Google Meu Negócio.

Investimento: R$ 0,00 =)

 

 

5. Presença também no mundo offline com cartões de visitas


80%, 90%, 100% … 110%! do material encontrado na internet sobre marketing visa sua vertente digital. E sinto que muitos se vendem como especialistas na área de Marketing Digital sem entender de … marketing (desabafo). Mas isso é outra história. O que quero compartilhar é: o marketing digital é ESSENCIAL, mas não único.

 
Considere também a vida offline!

Considere também a vida antes do boom do mundo virtual. Considere que pessoas fecham contratos com pessoas. Considere ter um cartão de visitas em pronta entrega … a todo o momento. É uma forma simples e efetiva de compartilhar objetivamente suas principais informações de contato.

 
NÚMERO 5: Garanta presença também no mundo offline. Ter sempre em mãos poucos cartões de visitas pode garantir projetos de lugares que não imaginamos que projetos possam surgir, como a confraternização da família no final do ano.

 
“Saccól, você ainda não entendeu: EU NÃO SOU DESIGNER – e nem gráfica! O que eu faço?”

Caso você queira um cartão de visita que transcenda os limites físicos e psicocriativos do vasto multiverso desconhecido, como os modelos abaixo, sugiro que contrate uma empresa especializada e me envie as fotos depois.



PS: Utilizei o Fotojet para o mosaico.

 

Porém, caso se sinta satisfeito com algo mais humilde e ainda assim efetivo, aqui vão duas ferramentas:

  • De novo ele/ela – o/a Canva


Acessando o modo gratuito da plataforma, você pode editar os modelos já existentes de cartões de visitas e criar uma arte nova, com suas informações;

 

  • Dezenas de gráficas online


Tive várias belas experiências com um site de nome duvidoso: Cartões Mais Baratos. Três dias após a compra recebi em minha casa uma caixa com 1.000 cartões de visitas muito bem impressos. O valor? R$ 19,00.

 

O processo de pedido é bem simples: 1. escolher o tipo de papel e impressão; 2. subir as artes (frente e verso); 3. fazer o pagamento.

Outro PS: não sou patrocinado pela Cartões Mais Baratos! Minha experiência com eles foi boa mesmo!

Investimento: R$ 19,00 / 1.000 unidades

 

 

6. A presença offline do item acima, no mundo online


Ah, não entendi. Sim querido(a), a tendência de 2020: os efetivos cartões de visitas do tópico acima no mundo digital, os novos cartões de visita digital.

 
“Misericórdia, meu pai amado … como funciona isso?”

 

Simples: um modo de disponibilizar as suas informações e de forma 100% ecológica – em formato PDF, através do seu aparelho smartphone. Por ser online, existe a possibilidade de inserir links de redirecionamento para o seu site ou para as suas redes sociais.

 
NÚMERO 6: Uma forma 100% ecológica de criar cartões de visita digital e compartilhar suas informações de contato no mundo online.

É Designer?

Compartilho um vídeo sobre como criar um cartão de visitas virtual do zero.



Não é Designer?

Recomendo contatar um profissional da área de criação (ou Canvas de novo) e mostrar o vídeo acima =)

Investimento aproximado: R$ 150,00

 

 

7. E-mail marketing


Uma ação que demanda um pouco de tempo, mas ainda na característica de investimento financeiro zero: o disparo de e-mail marketing.

Geralmente associado a uma página destino, o e-mail marketing é uma excelente e ainda efetiva ferramenta para comunicar seu público próximo sobre sua empresa – mesmo que muitos ainda desacreditem.

 
“Ahhhh mas a velha história do e-mail marketing em pleno 2020?”

 

De acordo com essa matéria do blog da Lahar, 3,8 bilhões de pessoas, usaram e-mail em 2018, e ao que tudo indica, isso não vai mudar tão cedo.

 
Na verdade, os principais estudos preveem que haverá 4,2 bilhões de usuários de e-mail até o final de 2022 e  indicam que 95,9% desses usuários conferem a caixa de entrada diariamente. Tem noção?

 

E a notícia boa? Com o Mail Chimp você pode criar e disparar facilmente, sem conhecimento em programação, e-mails marketing.



Crie seu mailing – seja por um formulário simples em seu site, seja pelas redes sociais, seja manualmente -, crie seu modelo e faça o disparo. A plataforma tem ótimos relatórios para que entenda como a campanha funcionou e o que pode ser melhorado.

 
“De novo: ahhhhh mas eu não tenho conteúdo, vou enviar o que?”

 

O ideal é enviar conteúdo único e relevante, mas se essa não é uma opção, experimente enviar notícias – de outras empresas mesmo – relevantes de seu segmento. Mantenha uma constância nos disparos para que seu público se mantenha perto de você.

Investimento: R$ 0,00 =)

 
É isso equipe querida! Se as informações foram úteis de alguma forma, deixe o comentário 😉 Até a próxima!

Gostou? Foi útil? Deixe seu comentário