O impacto na mãe natureza de ter um site ecológico

  • Publicado em 28 de janeiro de 2020
  • Tempo de leitura: 4 minutos
Thiago Saccól
Saudações polvo da Terra! Aqui é o Thiago falando diretamente do Estúdio Saccól, e confabularemos hoje sobre a poluição que os sites podem causar! Conforte-se na cadeira e vamos juntos…

Ninguém pensa nisso, mas os sites poluem. Para remediar esse problema e reduzir o seu impacto ambiental, é possível criar sites mais leves, que consumam menos energia.

 
“Como assim Saccól!?”

A internet abriu o caminho para um mundo ecológico, é fato. Pense nas quantidades de trabalhos impressos que foram substituídos pelos e-mails, em quantas locadoras foram substituídas pelos streamings ou em quantas enciclopédias deixaram de existir quando o/a Google surgiu.

 
Sim, a internet chegou chegando, porém, gostaria de acabar com a falsa ideia de que apenas não imprimir mais fotos de família significa que estamos salvando o meio ambiente. O “eco-friendly” ajuda, mas não é suficiente para equilibrar nossas pesadas dívidas com a natureza.

 

A ecologia na internet


Trazendo esse conceito para o mundo online … sites são arquivos. Arquivos são armazenados em computadores. Computadores precisam de energia elétrica. Ponto final. O desenvolvimento web ecologicamente correto deveria se preocupar com a economia de energia desses computadores / servidores.

 
“Ahhhh Saccól, mas UM servidor contendo UM site vai mudar o planeta?”

Realmente não … mas só nesse mundo existem aproximadamente 75 milhões de servidores ativos, sendo 2% deles de propriedade do/a Google.

 
Mais de 7 bilhões de sites ecológicos hospedados nesses 75 milhões de servidores poderiam fazer alguma diferença, concorda?

Sobre os 2% da gigante de buscas: 3,8 milhões de pesquisas por minuto em todo o mundo, ou seja, 2 trilhões de pesquisas por ano. Servidores ecológicos podem também fazer alguma diferença nesse caso, correto?

Sim, os benefícios podem ser microscópicos se apenas uma pessoa fizer isso, mas imagine se conseguirmos que metade do mundo tenha essa mentalidade! Com pensamento ecológico, os criadores de sites podem ajudar a tornar o mundo um lugar melhor, um site por vez S2.

 

Ser ecológico no desenvolvimento web


Servidores consomem energia elétrica constantemente, pois não podem ser desligados, porém, esse consumo aumenta quando carregamos páginas que estejam hospedadas nele.

Manter um site ecológico é literalmente pensar em estratégias que fazem seu projeto depender de menos recursos do servidor. Simples assim.

Se você faz parte de uma grande empresa, ou é um/a desenvolvedor/a independente ou se simplesmente quis fazer seu site, saiba que pode ajudar o ambiente e economizar dinheiro – já que muitas hospedagens cobram por consumos das tecnologias.

E como seria isso na prática?

 

 

1. Atualize para a versão mais recente do PHP


Infelizmente, ainda existem muitos sites – a maioria WordPress – que ainda não rodam com a última versão da linguagem PHP. Você sabia que a execução da versão mais recente significa usar menos recursos, e consequentemente menos energia? E nem mencionarei a na questão da segurança.

 
“Mas Saccól, não tenho a menor ideia de onde vejo isso”

Se não tiver certeza de como atualizar ou em qual versão o PHP do servidor de seu site roda, contate um desenvolvedor web … mais conhecido como Eu mesmo =)

Sabendo disso, a lista de motivos para ter seu site atualizado ganha um novo item:

  • Mais segurança;

  • Mais velocidade;

  • Salvar esse mundo.



2. Atualize para a versão mais recente do WordPress


Quando você estiver executando a versão mais recente do PHP, verifique se a versão do WordPress também está atualizada. Não estamos falando apenas de grandes atualizações aqui, mas principalmente das menores. Por quê? Frequentemente, esses pequenos updates contêm correções que tornam o código muito mais eficiente. Se você não estiver atualizando por motivos de segurança, faça-o pelo planeta 😉

 

 

3. Mantenha seus plugins atualizados


Fazer um projeto em WordPress significa utilizar plugins – ou códigos – de terceiros. Essas tecnologias externas exigem atenção constante e que se mantenham atualizadas.

Novamente: códigos atualizados são mais eficientes, demandando menos recursos e consumindo menos energia.

 
Dica: é fortemente recomendado que seu site tenha um/a profissional técnico/a responsável.

 

 

4. Use um plug-in de cache


A tecnologia de cache é serve para armazenar dados, para que uma solicitação futura possa ser atendida mais rapidamente. Isso melhora o tempo de velocidade, mas também a utilização de recursos que são usados.

 

 

5. E por último, aplique o conteúdo com inteligência


Um dos fatores mais importantes: use com consciência arquivos e elementos pesados, como vídeos, bibliotecas ou imagens em alta resolução. Quanto menor o número de requisições ao servidor, melhor.

 
É isso programador, faça sua parte, para quando ir para o céu dos programadores, a balancinha com a peninha ficar em equilíbrio com seu coração codificado.

E por último, é isso equipe querida! Se as informações foram úteis de alguma forma, deixe o comentário 😉 Até a próxima!

Fontes:

Whoishostingthis.com

Yoast.com

Gostou? Foi útil? Deixe seu comentário