Thiago

Saccól

Menu

Contato

Thiago Saccól

Desenvolvimento web, conteúdo e empreendedorismo em São Paulo

Thiago Saccól - desenvolvimento web, conteúdo e empreendedorismo em São Paulo

Quais as vantagens e como funcionam os fones de ouvido de condução óssea?

Indo contra a tendência de lançamentos de fones de ouvidos com tecnologias anti-ruídos, algumas empresas, como a Aftershokz, apresentam aparelhos que deixam os ouvidos livres.


Essa tecnologia não direciona o som diretamente a seus tímpanos, mas transmitem a vibração das músicas através dos ossos do maxilar, com destino a cóclea. E é justamente o fato de seus ouvidos estarem nus que a experiência é esquisita.


Em um ambiente não tão tranquilo, a música disputa a atenção com o volume natural de pessoas conversando, automóveis ou barulhos externos.


Parece bastante estranho, mas é algo que fazemos o tempo todo. Quando nos ouvimos conversando, rindo ou tossindo, ouvimos através de uma combinação de condução aérea (através de nossos tímpanos) e condução óssea (através de nossos ossos). É por isso que nossas vozes soam tão diferentes quando as ouvimos em uma gravação. Normalmente, não ouvimos nossas vozes apenas por condução aérea.



Segurança:


Porém, o que para uns pode ser um revés, para outros, pode ser o diferencial para adquirir o produto. A própria Aftershokz entende que os fones não são para qualquer um e direciona suas campanhas de marketing para os usuários que praticam atividades físicas ao ar livre e querem estar atentas ao que está acontecendo ao redor – útil para ciclistas, por exemplo.


Outro diferencial é que são à prova d’água, podendo ser usados até enquanto nadam.


Saúde:


A tecnologia não danifica a audição a longo prazo, já que diferente das tradicionais, não bombardeia seu canal auditivo com ondas sonoras.


Deficientes auditivos:


Devido à falta de envolvimento do tímpano, os fones de condução óssea são uma boa para pessoas que possuem certo grau de deficiência auditiva, pois a vibração do osso atua como um substituto do tímpano, proporcionando uma sensação que, de outra forma não estaría disponível.


E mais uma vez a tecnologia, sendo bem usada – é claro, pode aumentar a qualidade de vida dos que estão abertos a esse tipo de mudança.